sábado, 8 de junho de 2013

Cachecol, echarpe, estola, lenço e pashimina... qual a diferença?

Já me perguntaram por que coloco diferentes nomes em alguns trabalhos, dependendo do material. Para mim, o cachecol é feito de lã para ser usado em dias mais frios. O echarpe de linha, mais colorido para ser usado como acessório para os dias com a temperatura mais elevada.

Fui buscar algumas informações sobre o assunto e encontrei esta matéria, bem completa, que me esclareceu e quero compartilhar.

É um artigo escrito por Luci Cabreli ao Porta de Umuarama, em junho de 2010, transcrito abaixo na integra:

Não importam como chamam, são acessórios marcantes e agradáveis para os dias mais frios ou sob qualquer temperatura. Antes, será definido a diferença entre as diversas denominações dadas, seja para proteger, para enfeitar e brilhar nas mais diversas produções.

A chamada pashmina é uma lã Cashmere fina, mas é comum chamar a peça com outro tipo de lã por este nome, isto é, não é o nome da peça e sim do material. Acabou virando um sinônimo. Ela que chegou para ficar, pode ser feita em 100% Cashmere ou combinações de Cashmere com Seda ou Viscose. Há, também, feitas com fibra de soja, e mesmo com fio acrílico. Elas são um tipo de cachecol, ou seja, uma manta, só que mais largo e longo, utilizado muito no frio para esquentar as costas, o pescoço e os braços. Serve, também, para usar como lenço, amarrado em bolsas, em volta do corpo. Este acessório é um clássico, não sai de moda, podendo usá-la quando quiser. 

O cachecol é mais estreito, retangular e comprido, como uma faixa. Ele é um acessório feito de tecidos quentes como a lã ou artesanalmente com pontos de tricô ou croche, com fios pesados de lã ou algodão, por isso fazem muito volume. São usados sempre no frio, para aquecer, ou seja, para agasalhar o pescoço. Como usa-lo? Há vários tipos de nós, amarrações e formas de enrolá-lo no pescoço. A maneira mais ideal de usá-lo é como a gravata, é o estilo clássico. E não se esqueça que para usar o cachecol, somente em dias bem frios. Se for usá-lo com blusa de gol alta, deixe-o mais frouxo pra diminuir o volume, ou não o enrole.

Estola, originalmente, era feita de pele de raposa, mas hoje pode ser encontrada de lã, tecidos ou outros materiais, como as peles sintéticas. Ela é uma faixa larga que tem formato retangular. É usada em volta dos ombros. Ela é um clássico também, e pode usá-la quando quiser, mas preferencialmente em eventos mais sociais.

Echarpe é caracterizada por ser de tecidos leves, isto é, finos como de voile, seda, crepe, cetim, entre outros. Para esquentar e incrementar o seu visual de inverno, a echarpe é uma ótima pedida, também. Ela geralmente, tem conotação festiva, e muitas vezes são usadas com vestidos de festa, mas cai super bem em qualquer visual e de várias formas. Ela é uma faixa de tecido, ou seja, um lenço comprido, retangular e estreito, normalmente macio, que envolve o pescoço ou pode envolver o colo, servindo para enfeitar ou proteger-se. É uma peça clássica que pode usar quando quiser. 

Xale é usado sobre os ombros, é normalmente quadrado (dobrado ao meio, na diagonal), mas também podem ser retangular ou triangular, com dimensões maiores e formatos diversos. Ele pode ser confundido com o lenço pela forma, ou uma manta, mas são maiores para serem utilizados sobre os ombros e até podendo envolver uma parte maior do corpo. Pode ser de tecido quente, feito de tricô ou crochê ou ainda pode ser feito de tecido fino e leve, ter diferentes acabamentos, como bordados, com aplicações e, com franjas ou não. Ele funciona melhor para ocasiões informais, para serem usados com roupas casuais. Mas existem exceções, como é o caso de alguns xales finos que são usados sobre roupas de festa. 

Lenço, genericamente, costuma-se chamar a qualquer pedaço de tecido sem formato definido que serve para ser enrolado ao corpo. Mais precisamente, ele é um quadrado de tecido, grande, médio ou pequeno, que pode ser de diversos materiais, como algodão, cetim ou seda. Ele é um acessório multifuncional, que protege do sol, do frio, do vento e enfeita e incrementa qualquer visual básico. Usando-o no pescoço pode criar um visual estilo anos 50, assim como na amarração clássica (a que passa pela cabeça e faz laço no pescoço). Já quando se coloca de lado ou tipo marinheiro, o lenço se torna a principal atração, ou pode ser um puro detalhe, posto como corrente ou no estilo country.

Enfim, esses acessórios fazem toda a diferença na composição do traje feminino, por mais simples e informal que ele seja. 

fonte: portalumuarama.com.br/artigo.php?artigo=503&colunista=29

3 comentários:

  1. Olá Claudia, eu nunca sei ao certo qual é o nome de cada modelo certo.
    Para mim o importante é fazer o inverno cheio de charme com esses acessórios lindos.
    Beijos,

    ResponderExcluir
  2. Oi Claudia gostei do post na verdade eu nunca me liguei muito na diferença, mas pra que ficar na ignorância quando podemos aprender, isso é bom pois as chances de errar diminuem e sinceramente nem consigo contar as vezes que errei,rsrs. Valeu a dica.
    Um abraço.
    Sheila.

    ResponderExcluir
  3. Oi Carla! Oi Sheila!
    Saber é muito bom. Usar é bonito e charmoso.
    Mas o que eu gosto mesmo é FAZER!!!!

    Aproveitem as mil ideias encontradas na net e coloquem a criatividade para trabalhar.

    beijo, agradeço os comentários.

    ResponderExcluir